BYD bate Tesla em vendas de veículos híbridos e elétricos

BYD Yuan Plus || Crédito: BYD/Divulgação

Montadoras estão entre as maiores do mercado de EVs no mundo. BYD é líder na China, mas está atrás da empresa de Elon Musk na comercialização global de carros movidos a eletricidade

O mercado de veículos elétricos (EV, na siga em inglês) segue acelerado com BYD e Tesla brigando pela liderança. No domingo (2), montadora chinesa anunciou a venda de mais de 250 mil veículos híbridos e elétricos somente no mês de junho. De acordo com a empresa, foram comercializadas mais de 700 mil unidades entre abril e junho deste ano. O líder de vendas é o BYD Qin Plus, que ainda não chegou ao Brasil.

A Tesla também comemorou resultados além das expectativas no segundo quadrimestre de 2023 com a venda de mais de 466 mil unidades. Segundo a Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis, esse resultado é 142% superior ao do ano passado.

As duas montadoras estão entre as maiores do mundo no mercado de veículos elétricos. A BYD é líder em vendas na China, mas está atrás da Tesla na venda global de EVs.

BYD no Brasil
Na quarta-feira (28), a BYD lançou o carro elétrico Dolphin no mercado brasileiro e diz ter vendido mais de 300 unidades desde então. A vice-presidente global da montadora Stella Li está no país para acertar detalhes da instalação da fábrica na Bahia. A montadora vai assumir a planta da Ford em Camaçari e a executiva prometeu novidades na coletiva de imprensa de terça-feira (4).

A BYD está no Brasil desde 2015 com fábrica de chassis e ônibus elétricos em Campinas, São Paulo. A produção de painéis fotovoltaicos foi iniciada dois anos depois. Em 2020, a BYD começou a operar na Zona Franca de Manaus com uma linha de montagem de baterias de ferro-fosfato-lítio para ônibus elétricos.