Poder Saúde: Homens na estética, eles buscam melhorar, mas não querem que ninguém perceba os procedimentos.

Diferente das mulheres, que costumam falar abertamente sobre os procedimentos que fizeram, os homens são mais reservados: eles buscam melhorias estéticas com resultados naturais, sem exageros.

Destacamos alguns pontos importantes:

  • A tecnologia pode ajudar muito os homens que buscam resultados estéticos naturais, principalmente com procedimentos que estimulam colágeno.
  • Injetáveis também podem ser associados para estimular colágeno ou preencher.
  • No entanto, cuidados com alimentação e exercícios físicos devem ser seguidos para potencializar os resultados.

Mesmo sendo mais reservados sobre sua aparência, os homens estão cada vez mais nos consultórios médicos de dermatologistas e cirurgiões plásticos. “Eles procuram nosso serviço com frequência, querendo melhorar alguma coisa, mas que ninguém perceba, ou que não precisem ficar afastados de sua rotina. As mulheres normalmente comentam com todo mundo o procedimento que fizeram, contam detalhes, já os homens não querem nada disso, e chegam a proferir discurso muito bem embasado sobre o absurdo de fazer cirurgia plástica e procedimentos estéticos, citam políticos e atores com cara de esquisitos. E concordo com essa linha de raciocínio”, diz a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. “Minha filosofia é melhorar o aspecto sem mudar características pessoais, sem transformar o rosto, simplesmente melhorá-lo e fazer com que o paciente se sinta melhor. Felizmente, a tecnologia nos ajuda bastante”, diz a médica.

Dra Beatriz Lassance

Os maiores aliados nessa caminhada em busca de resultados estéticos mais naturais são as tecnologias e procedimentos minimamente invasivos. “Uma das tecnologias mais indicadas é o ultrassom microfocado, que estimula a produção de colágeno, com melhores resultados na firmeza e qualidade da pele, sem mudar a anatomia do paciente”, explica o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “No Brasil, o tratamento Atria é um destaque, pois possui dois tipos de aplicadores que podem ser feitos com resultados maximizados no estímulo de colágeno. Com isso, temos um rejuvenescimento sem mudar as características do paciente. É um resultado totalmente natural”, explica o Dr. Abdo Salomão, que também indica lasers para melhorar a qualidade da pele. “O laser Solon Pro Collagen, por exemplo, tem um modo de configuração que age superficialmente, melhorando a epiderme, que também fica mais fina com o envelhecimento. Essa associação, tratando camada a camada, produz resultados naturais”, diz o médico.

Dr. Abdo Salomão

A cirurgiã plástica conta que os bioestimuladores, como hidroxiapatita de cálcio e ácido polilático, são substâncias que, injetadas sob a derme, causam uma inflamação que provocam a produção de colágeno. “O resultado final aparece após quatro a seis semanas e pode ser necessário mais sessões. Indicado para flacidez leve, e irregularidades superficiais da pele. Feito em consultório, o produto é diluído com anestésico e várias injeções são aplicadas sob toda a derme, logo após o procedimento é feita massagem vigorosa para espalhar e uniformizar o produto. Em casa as massagens devem continuar por mais alguns dias. Não há necessidade de afastamento das atividades habituais, diz a médica.

A cirurgiã plástica explica que os preenchedores também podem ser usados, mas é necessário ter muito cuidado. “Na face, existem compartimentos de gordura que são absorvidos com a idade ou com emagrecimento. A parte óssea também sofre processo de reabsorção. Pacientes reclamam de aspecto de cansado, triste ou ainda de sulcos como bigode chinês ou marionete. Repor estes compartimentos recupera a forma estrutural que o rosto possuía antes. Muitas vezes podemos achar que é flacidez dos tecidos, mas na verdade falta volume”, diz a médica. “O uso de preenchimentos tem sido cada vez mais solicitado por homens e o aspecto final é natural, imediato. É muito pouco doloroso”, diz a Dra. Beatriz.

Mas não há motivo para se preocupar com as cirurgias, diz a Dra. Beatriz. “Casos de flacidez moderada ou severa são muito pouco beneficiados com procedimentos estáticos e a cirurgia pode ser necessária. Hoje em dia não há mais espaço para pacientes com cara de plástica. Técnicas atuais conferem ao paciente aspecto mais descansado e feliz, sem que a plástica seja identificada”, diz a médica. “A pele sobre as pálpebras pode ser sinal de queda do supercílio, se apenas a pele for retirada, as sobrancelhas descem mais ainda e o ar tristonho permanece. O rosto tem de ser tratado com harmonia. No mesmo procedimento cirúrgico o volume pode ser restabelecido com enxerto de gordura, ou seja, gordura é retirada do próprio paciente com cânulas finas e pequenos orifícios e enxertada como se fosse preenchedor na face. A cirurgia sempre é feita em hospital, com anestesia local e sedação ou geral, somente depois de avaliação clínica completa e minuciosa. Dependendo do procedimento, o afastamento será definido”, diz a Dra. Beatriz.

Mas é necessário, também, aliar cuidados com a alimentação e exercícios físicos para potencializar os resultados. “Certamente a prática de atividades físicas variadas, com aumento moderado de cargas e frequência, faz com que se tenha um maior condicionamento físico. Basicamente, a prática de atividades físicas melhora marcadores de envelhecimento precoce, porém os treinos devem ser programados, moderados e constantes, pois o excesso pode acelerar o envelhecimento, tanto ou mais que o sedentarismo. A forma física que observamos é fruto de anos de condicionamento físico, porém nunca é tarde para começar”, explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Dra Marcella Garcez

Quanto aos cuidados com exercício físico e alimentação, a médica nutróloga lembra que a Organização Mundial da Saúde recomenda pelo menos 150 a 300 minutos de atividade física de moderada intensidade por semana ou atividade física vigorosa equivalente, para todos os adultos, o que equivale a 30 min a 1 h de atividade física 5 a 6 dias por semana. “Aumentar a frequência, intensidade, carga e modalidade dos treinos gradativamente é o ideal, para não ter risco de lesões e aumento do estresse oxidativo, que acelera o envelhecimento”, diz a Dra. Marcella. Quanto a dieta, não há muito segredo, mas o que importa é a constância. “Uma dieta equilibrada, variada e o mais natural possível, com um consumo adequado de carboidratos complexos como frutas, verduras, cereais e sementes integrais, gorduras boas, proteínas magras dos ovos, carnes, laticínios e proteínas vegetais presente nas leguminosas, ingerir uma quantidade ideal de água diariamente, praticar atividade física moderada, ter bons hábitos de sono e incluir estratégias para o manejo do estresse na rotina são estratégias fundamentais para ajudar a manter o corpo saudável”, finaliza a Dra. Marcella.

 

 

FONTES:

  • DR. ABDO SALOMÃO JR: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário, Dr. Abdo Salomão Jr. ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Além disso, já deu aulas na Austrália, Itália e Coréia do Sul. É uma referência em conhecimento de lasers e tecnologias para fins dermatológicos e estéticos. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior. Instagram: @drabdosalomao
  • DRA. BEATRIZ LASSANCE: Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC. Trabalhou no Onze Lieve Vrouwe Gusthuis – Amsterdam -NL e é Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e da American Society of Plastic Surgery. Além disso, é membro do American College of LifeStyle Medicine e do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida. Instagram: @drabeatrizlassance
  • DRA. MARCELLA GARCEZ: Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo. Além disso, é membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética e da Sociedade Brasileira para o Estudo do Envelhecimento. Instagram: @dra.marcellagarcez