Evacuações e preocupações de segurança na França: Palácio de Versalhes e aeroportos afetados

Crédito: CC/Unsplash

Série de evacuações em locais icônicos da França devido a ameaças de segurança, incluindo o Palácio de Versalhes, aeroportos e Museu do Louvre, destacam preocupações com a segurança em destinos turísticos e públicos

Na quarta-feira, o icônico Palácio de Versalhes, um dos principais destinos turísticos da França, foi evacuado devido a preocupações com a segurança, marcando o terceiro episódio desse tipo em poucos dias. Isso aconteceu após a evacuação de seis aeroportos no país, todos em resposta a possíveis ameaças de ataque. O Palácio de Versalhes foi esvaziado por razões de segurança, sendo a terceira evacuação em cinco dias, com a mais recente devido a uma ameaça de bomba na terça-feira. Durante esta época do ano, o Palácio de Versalhes recebe uma média diária de visitantes entre dez mil e quinze mil.

Além disso, seis aeroportos franceses também foram evacuados devido a possíveis ameaças de bomba. A Direção-Geral da Aviação Civil (DGAC) confirmou a existência de ameaças de bomba e a evacuação de terminais em diversos aeroportos, incluindo Toulouse-Blagnac, Lille-Lesquin e Beauvais-Tillé, que enfrentaram atrasos significativos. Esses incidentes destacam a importância da segurança em locais públicos, como destinos turísticos populares e aeroportos, levando as autoridades a tomar medidas rigorosas para garantir a segurança.

Além disso, na semana anterior, o Museu do Louvre também foi fechado por razões de segurança. A situação na França está relacionada a eventos recentes, como um ataque em uma escola secundária que resultou na morte de um professor e deixou duas pessoas gravemente feridas. O ataque estava relacionado à situação no Oriente Médio, onde Israel conduzia uma ofensiva militar em resposta a ataques iniciados por combatentes do Hamas. O agressor, de origem chechena, foi detido pela polícia e tinha um histórico de radicalização.