Trajes espaciais lunares para missão da Nasa serão assinados pela Prada

Crédito: Divulgação/Axiom Space

A Prada informa que seu traje espacial AxEMU dará capacidades avançadas aos astronautas para explorar e habitar a Lua. A NASA usará sistemas humanos comerciais desenvolvidos pela Prada para missões lunares

A grife italiana Prada e a startup Axiom Space, com sede no Texas, anunciou na quarta-feira (04),  uma colaboração para a criação dos trajes espaciais lunares da Nasa para a missão Artemis III, planejada para 2025. Esta será a primeira aterrissagem lunar tripulada desde a missão Apollo 17, realizada em dezembro de 1972, e também será a primeira a levar uma mulher para a Lua.

Em nota, a Prada explica que o traje espacial AxEMU fornecerá aos astronautas capacidades avançadas para a exploração espacial, ao mesmo tempo que oferecerá à Nasa sistemas humanos desenvolvidos comercialmente, necessários para acessar, viver e trabalhar na Lua e ao redor dela. As peças são uma evolução do modelo Exploration Extravehicular Mobility Unit (xEMU) da Nasa e são projetados para fornecer maior flexibilidade e proteção em um ambiente hostil, além de serem equipados com instrumentos especializados para exploração e atividades científicas.

Segundo Lorenzo Bertelli, diretor de Marketing do Grupo Prada, “o espírito constantemente inovador da Prada para a humanidade se ampliou para seu desejo de aventura e de desbravar novos horizontes: o espaço”. “É uma verdadeira celebração do poder da criatividade e inovação humana para o avanço da civilização”, acrescentou.

Ao longo de todo o processo de criação, as equipes da Prada e Axiom Space trabalharão lado a lado para desenvolver soluções inovadoras em termos de materiais e design capazes de fornecer proteção e responder aos desafios de um ambiente único como o lunar.

“A experiência técnica da Prada com matérias-primas, técnicas de fabricação e conceitos de design inovadores trará tecnologias avançadas fundamentais para garantir não apenas o conforto dos astronautas na superfície lunar, mas também as tão necessárias considerações de fatores humanos ausentes dos trajes espaciais tradicionais”, declarou Michael Suffredini, CEO da Axiom Space.

A empresa tem um contrato com a agência espacial norte-americana para desenvolver trajes espaciais para uso na Lua e em outros programas espaciais.