Carros de cinema

ASTON MARTIN DB5 – 007 CONTRA GOLDFINGER (1965)

O que o Aston Martin de James Bond, o Mustang de Bullit e a Ferrari 250 GT de Curtindo a Vida Adoidado têm em comum? Conheça esses e outros veículos que roubaram a cena nos filmes em que "atuaram"

Por Ana Elisa Meyer

Aston Martin DB5  |007 Contra Goldfinger| 1965
Foi o primeiro Aston Martin do James Bond de Sean Connery, e o mais icônico de todos os que vieram em seguida. Considerado uma obra de arte, o carro tinha banco ejetável, radar, lançador de óleo e até uma “broca” lateral para acabar com a vida dos vilões. O sucesso foi tanto que o modelo apareceu em outros dois filmes da franquia Bond: 007 contra GoldenEye (1995), com Pierce Brosnan, e Spectre (2017), com Daniel Craig.

 

ASTON MARTIN DB5 – 007 CONTRA GOLDFINGER (1965)

 

Alfa Romeo Spider | A Primeira Noite de um Homem | 1967
O conversível vermelho Spider se transformou rapidamente em ícone mundial quando o personagem de Dustin Hoffman apareceu a bordo do carro. As vendas dispararam de tal forma, que, na época, a Alfa Romeo lançou uma edição especial batizada de Graduate, em referência ao título do original do filme. O Spider foi o mais longevo da marca italiana, que o lançou em 1966 e o produziu até o início da década de 90.

Alfa Romeo Spider | A Primeira Noite de um Homem |1967

 

Ford Mustang | Bullit | 1968
Nesse filme de ação dirigido por Peter Yates,  Steve McQueen e seu Mustang protagonizam uma das cenas de perseguição mais memoráveis da história do cinema. Para aumentar a performance do muscle car  [termo usado para definir carros com potência, tamanho e performance elevadas], e fazer o veículo voar (mais),  ele foi todo “mexido”, além de ganhar suspensão reforçada a fim de garantir segurança e resistência durante as filmagens. Em 2020, o Mustang usado em Bullit foi arrematado em um leilão por US$ 3,74 milhões.

Ford mustang | Bullit | 1968

 

Volkswagen Fusca | Herbie, Se Meu Fusca Falasse | 1968
O Fusca 1963 do filme fez tanto sucesso que as vendas do modelo dispararam nos Estados Unidos. Desde então, a Disney já produziu outras cinco versões do longa.

Fusca Volkswagen | Herbie – Se Meu Fusca Falasse | 1968

 

Lincoln Continental 1941 – O Poderoso Chefão | 1972
Esse é o carro em que Sonny, filho mais velho de Don Corleone (Marlon Brando), é assassinado em um pedágio de Long Island no primeiro filme da trilogia do diretor Francis Ford Coppola. Em 2013, o “astro” de quatro rodas foi comprado de volta pelo antigo dono e desde então é mantido em  garagem climatizada.

Lincoln Continental 1941 | O Poderoso Chefão | 1972

 

Plymouth Fury | Christine | 1983
Chistine, um Plymouth Fury 1958, é um carro com vontade própria. Personagem principal do thriller de John Carpenter, que é baseado em um livro de Stephen King, o carro tem a capacidade de se regenerar e destroi um a um os inimigos de Arnie Cunningham (Keith Gordon), o adolescente sem amigos que o restaurou.

Plymouth Fury | Christine | 1983

 

Porsche 928 |Negócio Arriscado | 1983
Com motor V8 na frente, capô longo e traseira curta, esse grand tourer [nome que se dá aos modelos esportivos com vocação estradeira] foi produzido pela montadora alemã de 1978 a 1995. Um dos Porsche mais caros do mercado na época, o 928 é o carro que Tom Cruise dirige em um dos primeiros filmes de sua carreira. Três Porsche 928 foram usados nas filmagens e, em 2021, o que “atuou” na maior parte das gravações foi leiloado por US$ 1,98 milhão.

Porsche 928 | Negócio Arriscado | 1983

 

Ferrari 250 GT | Curtindo a Vida Adoidado  | 1986
Nesse filme, que é um dos clássicos da comédia, Ferris Bueller (Matthew Broderick) decide matar aula e dar um rolê com a namorada e o melhor amigo na Ferrari 250 GT do pai. Com motor frontal V12 3.0, chassi tubular, tração traseira e câmbio manual de quatro marchas, o modelo foi produzido pela Ferrari de 1960 a 1963. Em 2008, mais de duas décadas depois do lançamento de Curtindo a Vida Adoidado, o carro alcançou o valor equivalente a R$ 52 milhões em um leilão.

Ferrari 250 GT | Curtindo a Vida Adoidado | 1986