António Guterres

António Guterres || Crédito: CC/Marcel Crozet / ILO

Secretário-geral da ONU faz sua parte na Conferência do Clima, no Egito, ao dizer que combate ao aquecimento global é “desafio central do século”

Na abertura de mais uma Conferência do Clima, desta vez em Sharm-El-Sheik, no Egito, o Secretário-geral da ONU, António Guterres, disse nesta segunda (7) que o mundo está “em uma estrada para o inferno climático com o pé no acelerador”.

Desde a edição anterior da cúpula, ocorrida em Dublin, há um ano, os países signatários do Acordo de Paris voltaram a usar combustível fóssil sem muita cerimônia. O álibi foi a invasão da Ucrânia, a tentativa subsequente de retaliar a Rússia, a inflação no mundo desenvolvido e o aumento escandaloso das contas de energia, notadamente no Reino Unido.

Guterres disse ainda que  “a mudança climática está em uma linha de tempo diferente e em uma escala diferente. É a questão definidora de nossa era. É o desafio central do nosso século”.

“É inaceitável, ultrajante e autodestrutivo colocá-lo em segundo plano.”