Lisboa vira capital global da inovação com Web Summit

Amrapali Gan, Amrapali Gan e Noam Chomsky || Crédito: Reprodução/LinkedIn/Divulgação/cc/jeanbaptisteparis/

Encontro na capital portuguesa reúne tycoons da economia digital, caso do bilionário Changpeng Zhao, da Bynance, e CEOs de empresas sexies, como Amrapali Gan, do Only Fans

A economia criativa e a inovação vem mudando a cara de Portugal. Até a sexta (4), Lisboa recebe o Web Summit, encontro de inovação que nesta edição conseguiu mobilizar cerca de 70 mil visitantes. Certamente irá gerar bastante Fomo (o acrônimo em inglês de “receio de perder alguma coisa”) na plateia, dada a quantidade de figuras interessantíssimas reunidas ali.

Acorreram à Terrinha para falar no evento gente como Changpeng Zhao, o bilionário chinês fundador da gigante do cripto Bynance; a rainha Rânia, da Jordânia; a CEO do Only Fans, Amrapali Gan, cuja palestra foi bastante comentada; e ainda o brasileiro Kondzilla e o linguista e filósofo estadunidense Noam Chomsky, entre muitos outros.

Amrapali Gan, que está à frente da plataforma há menos de um ano, enfatizou em sua palestra que sua plataforma tem uma relação simbiótica com os produtores de conteúdo. “Não ganhamos dinheiro se eles não ganharem”, disse, descrevendo algo verdadeiramente revolucionário diante da lógica estabelecida pelas redes sociais gigantes como Meta e Twitter.

Ela destacou que 80% dos valores movimentados pela rede remuneram os produtores. E que a ideia de abrir capital, algo ventilado recentemente, não está em tela.

A rede está em 100 países e já alcança 170 milhões de usuários. No ano passado, pagou cerca de US$ 4 bi, segundo a CEO, para seus produtores de conteúdo.