Caso dos bilhões repatriados: Lily Safra, via assessoria, nega relação

A movimentação financeira não tem precedentes || Crédito: Reprodução

Brasileira radicada na Europa avisa a Poder Online que não tem relação com valor bilionário que teria sido repatriado

BRASILEIRA RADICADA NA EUROPA AVISA A PODER ONLINE QUE NÃO TEM RELAÇÃO COM VALOR BILIONÁRIO QUE TERIA SIDO REPATRIADO  

Por Anderson Antunes

Novos detalhes sobre o misterioso caso da movimentação financeira bilionária dos últimos dias.

Como dito segunda-feira, o caso foi revelado no domingo passado por Lauro Jardim, em sua coluna no jornal O Globo.

Em jogo estão cerca de R$ 50 bilhões que supostamente estavam fora do Brasil e teriam sido repatriados.

Uma transação dessa magnitude geraria algo como R$ 2 bilhões em ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação) para o estado de São Paulo, uma quantia relevante para qualquer ente governamental, ainda mais em tempos de crise.

Na Faria Lima, as especulações sobre os possíveis donos da bolada indicam banqueiros, como os Safra, cujo patriarca, Joseph Safra, é o homem mais rico do país.

A cunhada de Joseph, contudo, nega relação da família com a possível remessa. “Essa história não tem nada a ver com a senhora Lily Safra”, disse à reportagem um assessor de imprensa da bilionária radicada na Europa.