Flip 2023: Homenagem a Pagu e destaques femininos na Literatura Brasileira

Foto reprodução IG @FLip

Festa Literária de Paraty começa nesta quarta-feira dia 22

A 21ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) terá início nesta quarta-feira (22) e se estenderá até o domingo (26), prestando homenagem à multifacetada figura da escritora brasileira Patrícia Rehder Galvão, mais conhecida como Pagu. Reconhecida por sua influência nos movimentos feministas, Pagu destacou-se não apenas como escritora e poetisa, mas também como diretora, tradutora, desenhista, cartunista e jornalista.

A co-curadora da Flip 2023, Milena Britto, enfatiza a inspiração que Pagu representa para os movimentos feministas e destaca a complexidade de sua obra, abrangendo desenhos, poesias, crônicas e romances. No entanto, Milena ressalta a importância de não apenas celebrar a figura e o mito Pagu, mas também de examinar de perto sua obra.

A edição deste ano da Flip é marcada por uma presença significativa de autoras negras e artistas indígenas, tornando-a particularmente feminina. Milena destaca a diversidade geográfica dos artistas presentes, provenientes de várias partes do Brasil, enriquecendo as discussões propostas pelas mesas literárias. A programação promete uma abundância de poesia de alta qualidade, além de publicações inéditas sobre Pagu.

A renomada cantora Adriana Calcanhotto abrirá a 21ª Flip com um show inédito dedicado a Pagu, programado para as 21h no Auditório da Praça. Além das 20 mesas literárias planejadas, a programação incluirá oito performances artísticas, cada uma concebida para dialogar com os temas em destaque na festa literária.

Detalhes sobre a programação completa da Flip podem ser encontrados no Instagram oficial da feira. Este ano, a festa se propõe a ir além da simples celebração da personalidade de Pagu, explorando suas contribuições multifacetadas para a cultura brasileira e sua influência duradoura nos movimentos literários e feministas.