Calor intenso afeta dez capitais brasileiras com termômetros próximos ou acima de 40°C

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Onda de calor recorde atinge dez capitais brasileiras, com temperaturas acima de 40°C, alertando para perigos extremos e necessidade de precauções urgentes

Dez capitais brasileiras enfrentam uma intensa onda de calor, com temperaturas próximas ou acima de 40°C, conforme relatório do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Mais de 2,7 mil municípios foram afetados, principalmente nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste, onde alertas vermelhos indicam “grande perigo”. As capitais Manaus, Boa Vista, Palmas, Teresina, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro estão entre as mais impactadas.

A Região Centro-Oeste enfrenta altas extremas, evidenciadas por vídeos do Pantanal em chamas. No Sudeste, apenas Vitória apresenta temperaturas mais amenas, enquanto o Rio de Janeiro registra recordes térmicos assustadores. A meteorologista do Inmet, Deayse Moraes, destaca o bloqueio climático que inibe chuvas, resultando em uma sequência de recordes no Rio.

Esta é a oitava onda de calor deste ano, a quarta no semestre, e está associada ao fenômeno El Niño, intensificado pelo aquecimento global. Prevê-se tempestades causadas por uma frente fria do Sul. As autoridades aconselham medidas preventivas, como hidratação, evitar atividades ao ar livre nas horas mais quentes, uso de hidratantes e proteção solar. Em caso de mal-estar, recomenda-se buscar ajuda e informações nos centros de saúde, junto à Defesa Civil e aos Bombeiros.