Brasil sediará pela primeira vez a Cúpula do G20 em 2024

Cristo Redentor || Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

Com São Paulo no centro das negociações financeiras, como local estratégico.

Pela primeira vez, o Brasil será o anfitrião da cúpula do G20, que representa as principais economias mundiais e abrange 80% do PIB global. O encontro dos líderes mundiais está agendado para novembro de 2024 e acontecerá na cidade do Rio de Janeiro.

No entanto, os ministros de finanças do G20 realizarão as negociações econômicas em São Paulo, substituindo o Rio de Janeiro. Embora a cidade do Rio tenha sido considerada inicialmente, a escolha final foi feita pelo Ministério da Fazenda.

Os ministros das Relações Exteriores do G20 se reunirão na cidade nos dias 21 e 22 de fevereiro, apenas uma semana após o término oficial do Carnaval. O Rio de Janeiro será o centro das atenções do G20 em 2024, com eventos coordenados pelo prefeito Eduardo Paes, incluindo a reunião de chefes de estado, provavelmente no Museu de Arte Moderna.

O governo brasileiro planeja realizar aproximadamente 100 reuniões e eventos relacionados à cúpula, seguindo a estratégia do primeiro-ministro indiano Narendra Modi, que realizou reuniões em todos os estados e territórios indianos durante sua presidência do G20. A presidência brasileira do G20 será formalmente iniciada em uma reunião em Brasília no dia 1º de dezembro.