Redução de taxas de juros para empréstimos do INSS

Crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil

Os bancos têm um prazo de 30 dias para se adaptarem às novas demandas, de acordo com o Conselho Nacional de Previdência Social

O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) aprovou na quarta-feira (11) uma nova diminuição nos limites das taxas de juros para empréstimos consignados dos beneficiários do INSS.

O limite para empréstimos com desconto em folha foi reduzido de 1,91% para 1,84%. Para transações nas categorias de cartão de crédito e cartão de crédito consignado, o índice máximo foi modificado de 2,83% para 2,73%. As modificações nas taxas máximas de juros entrarão em vigor na próxima segunda-feira (23).

Conforme o Ministério da Previdência, as alterações refletem as recentes quedas na taxa Selic. O Conselho Nacional da Previdência Social também estabeleceu que as instituições financeiras devem fornecer um auxílio funeral mínimo e seguro de vida para os beneficiários do INSS.

O prazo para as instituições bancárias se ajustarem a essas novas demandas é de 30 dias.