Sessão sofá

John Rothman, Matthew Broderick e Sam Anderson em ‘Painkiller’ || Crédito: Keri Anderson/Netflix

Dois documentários sobre bastidores - um do esporte e outro da indústria farmacêutica. Para completar, um romance para lá de surpreendente

Painkiller – A série da Netflix que estreou na quinta-feira (10) tem como um de seus consultores Patrick Radden Keefe. O jornalista americano é autor de Império da Dor, best-seller do New York Times que chegou ao Brasil em março deste ano pela editora Intrínseca. Na trama, a ganância dos Sackler, a poderosa família americana dona da Purdue Pharma, a fabricante do OxyContin, analgésico que foi o pivô de uma crise de saúde pública nos Estados Unidos: o vício em opioides.

Untold: Johnny Football – Outra estreia da semana da Netflix, o terceiro programa da série documental sobre os bastidores do mundo dos esportes traz a história do astro do futebol americano Johnny Manziel. Conhecido como Johnny Football, o quarterback era lendário em campo, mas totalmente fora de controle em sua vida pessoal. Drogas, álcool e uma tentativa de suicídio o obrigaram a pendurar as chuteiras precocemente.

Vermelho, Branco e Sangue Azul – De um lado, o filho da primeira presidente dos Estados Unidos; de outro, o herdeiro da coroa britânica. Bonitos, carismáticos e populares, os dois não se suportam, mas são obrigados a fingir o contrário. Dirigido por Mathew Lopez, a versão cinematográfica do best-seller LGBTQIA+ de Casey McQuiston traz Uma Thurman e dois jovens astros Taylor Perez e Nicholas Galitzine. (Prime Vídeo)