Messi se despede da França, e Xavi o quer de volta ao Barcelona

Messi || Crédito: Divulgação/PSG

Craque argentino deixa o PSG sem ter levado o clube francês a "outro patamar"; técnico do Barcelona diz que Messi define seu futuro em dias

O jogador Lionel Messi deve encerrar neste fim de semana, aos 35 anos, sua história com o futebol francês. O craque argentino ajudou o PSG a ganhar um sem número de campeonatos locais, mas nada pode fazer para concretizar o grande sonho do time e de seus proprietários árabes: atingir outro patamar, na expressão famosa do jogador Bruno Henrique, hoje no Flamengo.

O outro patamar viria se o PSG ganhasse a Copa dos Campeões da Europa, tabu que parece longe de ser quebrado.

As especulações sobre o futuro futebolístico de Messi o colocam em dois lugares. Na Arábia Saudita, para onde foi Cristiano Ronaldo, e na Catalunha, em possível retorno para o Barcelona, o clube que forjou o argentino.

Nesta sexta (2), o jornal espanhol Mundo Desportivo revelou que Xavi Hernandez, treinador do Barça, disse que conversou com Messi e que este está a dias de definir seu futuro.

“Na próxima semana ele tomará uma decisão e você [jornalista] tem que deixá-lo em paz (…) Ele vai decidir na próxima semana e agora são 200 hipóteses. Aqui as portas estão abertas, não há debate.”

Ter Xavi como técnico pode ser um estímulo extra para Messi. Ambos foram companheiros de meio-campo do Barça. Ali jogaram juntos por pelo menos uma década.