Pedro Mendes da Rocha assina projeto de reforma do Museu Ema Klabin, em São Paulo

Crédito: Nelson Kon

Obra orçada em R$ 7 milhões tem assinatura de filho do prêmio Pritzker Paulo Mendes da Rocha; museu capta recursos

Um dos museus mais charmosos da capital paulista, a Casa Ema Klabin, acaba de receber autorização da prefeitura de São Paulo para reformar e ampliar seus espaços. O arquiteto Pedro Mendes da Rocha, filho do prêmio Pritzker Paulo Mendes da Rocha, assina o projeto que, entre outras melhorias, prevê a construção de dois pavilhões.

Com esses pavilhões, a casa passará a contar com café, salas de aula e pequenos auditórios, além de espaço para eventos

Para realizar esse trabalho, Rocha vai sublinhar os elementos originais da construção, que é de 1950, e os acréscimos posteriores. “A ideia é deixar a casa íntegra, com seus detalhes, curvas e adornos, e dar aos anexos, que vão assumir o papel de coadjuvantes no conjunto, uma roupagem contemporânea, usando uma linguagem mais enxuta e retilínea”, explica.

O custo da reforma ultrapassa os R$ 7 milhões e a diretoria do museu está na fase de captação de recursos. “Caso as obras sejam iniciadas no começo de 2024, a previsão é que a primeira fase, que inclui o café e as salas de aula, seja concluída até julho do mesmo ano”, diz Fernanda Guimarães, superintendente da Casa Museu Ema Klabin.