Marcos Pontes

Marcos Pontes || Crédito: ASCOM/SEAPC/MCTI

Ministro da Ciência e Tecnologia sugere, em conversa com a cúpula da OMS, em Genebra, que Jair Bolsonaro possa se vacinar contra a Covid-19 para auxiliar na campanha de imunização

Num dia espetacular na CPI da Covid (ao menos dramaturgicamente) e com a morte de Tarcísio Meira eclipsando todas demais notícias em portais de internet e TVs pagas, a fala absolutamente extravagante do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, passou batido.

Não que o ministro não fale coisas extravagantes, mas sugerir que o presidente Jair Bolsonaro possa se vacinar? – eis algo insólito.

Pontes fez a afirmação em Genebra, em encontro com a cúpula da Organização Mundial de Saúde (OMS), ainda que desfalcada de seu presidente, Tedros Ghebreyesus, que goza férias.

Segundo noticiou o jornalista Jamil Chade, do UOL, Pontes disse que “considerando o fato de que o presidente [Bolsonaro] ainda não foi vacinado, podemos usar isso de forma positiva para auxiliar na campanha desse restante [da população], para que possamos evitar no Brasil que exista essa estagnação [que ocorre nos Estados Unidos e Europa]”.

Ansiosos aqui pelas cenas dos próximos capítulos, quando o ex-cosmonauta voltar a Brasília.