Carla Zambelli

Crédito: Reprodução

Deputada que preside a comissão do Meio Ambiente da Câmara Federal troca a atividade legislativa para acompanhar Bolsonaro em duas viagens pelo estado de São Paulo

A semana de trabalho foi bem incomum para a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), caso se imagine que um deputado exista para exercer a atividade legislativa.

Mesmo no olho do furacão da Câmara, a deputada encontrou tempo para viajar com o presidente Jair Bolsonaro.

Zambelli esteve com o PR em Guaratinguetá (SP) nesta segunda-feira (21), o fatídico dia em que ele tirou a máscara e mandou uma equipe de reportagem “calar a boca”, minutos antes de reclamar das redes de TV Globo e CNN.

Dois dias depois, na quarta (23), ela esteve em duas reuniões no palácio do Planalto e apareceu ao lado de Bolsonaro no único discurso público que ele fez naquele dia.

Por fim, nesta sexta (25), ela realmente sextou. Primeiro, apareceu, com cara de paisagem, nas fotos junto ao presidente em outra viagem, desta vez para Sorocaba (SP), quando o presidente, novamente, atacou a imprensa ao ser questionado sobre mais efetividade na vacinação contra a Covid-19 no país. Depois, fez um frila como assistente de reportagem da Jovem Pan ao segurar o microfone da emissora, facilitando o acesso ao presidente (na foto).

Sem papel de destaque nas incursões com o PR, Zambelli também não tem lá grande notoriedade no Congresso: apresentou 64 projetos, relatou apenas um e, neste ano, fez apenas quatro discursos no plenário da Câmara – o que, até aí, tudo bem, já que a Casa está funcionando em esquema reduzido. O problema é que ela preside uma comissão, a do Meio Ambiente.