Iniciativa da Bayer visa apoiar agricultores na adoção de práticas sustentáveis

Crédito: Divulgação

Proposta é oferecer apoio técnico e tecnologia a produtores para melhorar a sustentabilidade das fazendas, quantificar dados e, posteriormente, comercializar créditos de carbono

Mudanças climáticas, segurança alimentar e biodiversidade são temas desafiadores para a humanidade. Neste contexto, a agricultura tem um papel essencial para o desenvolvimento de soluções que equilibrem a crescente demanda por alimentos com a necessidade de produzir de forma mais eficiente e sustentável, preservando a biodiversidade dos recursos naturais.

Com o apoio da Bayer, o agro tem agora a oportunidade de gerar novas soluções sustentáveis graças a um projeto recém lançado pela companhia. A Iniciativa Carbono Bayer, inédita no setor, é resultado de anos de trabalho rumo à validação de uma metodologia de mensuração de captura de carbono transparente e baseada em ciência. A proposta é oferecer apoio técnico e tecnologia a produtores rurais para melhorar a sustentabilidade das fazendas, quantificar dados e, posteriormente, comercializar créditos de carbono no mercado financeiro.

“Não temos dúvidas que o agro é parte da solução quando o assunto é mudança climática”, afirma Eduardo Bastos, Diretor de Sustentabilidade da Bayer para América Latina. “E o produtor rural se destaca nesse protagonismo já que seu desejo é deixar suas terras e nosso planeta em melhor forma para as futuras gerações continuarem produzindo cada vez mais e melhor.”

Um dos parceiros técnicos da Bayer na Iniciativa é a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Com início na safra de soja e milho 2020/21, o projeto selecionou mais de 400 produtores espalhados por 15 estados, o que garante a presença de diferentes biomas nas análises. Unindo teoria e prática no campo, todos recebem assistência para adotar boas práticas agronômicas, com foco em produtividade com baixo impacto climático e com ganho de sustentabilidade. Além de ter perfil aberto a inovações e engajamento com sustentabilidade, os produtores participantes precisam ser usuários da plataforma de agricultura digital Climate FieldView, uma ferramenta importante para as medições, acompanhamento e implementação do programa. Ao longo de todas as etapas da iniciativa, os produtores têm como benefício a mensuração do carbono em suas áreas e a experiência para o acesso ao mercado de carbono, quando estabelecido no Brasil.

Em Guaira, no norte de São Paulo, na Fazenda Santa Helena, a agricultora Maira Lelis aderiu à Iniciativa no ano passado. Adepta de longa data de práticas sustentáveis, a produtora de soja, milho, sorgo e feijão conta que o pacote tecnológico oferecido pelo projeto serviu para consolidar uma série de cuidados com a preservação. “É como se a Bayer pegasse na mão do produtor e dissesse: ‘o caminho você já conhece, agora eu vou te ajudar a caminhar’”, explica. “Nós temos que ter a consciência de que a nossa empresa é à céu aberto e nosso tesouro é o solo.”

A proposta da Iniciativa Carbono é parte de um conjunto maior de ações da Bayer voltadas a práticas socioambientais sustentáveis. A companhia possui o compromisso global de zerar suas emissões internas até 2030; avançar para uma agricultura carbono zero e reduzir em 30% as emissões de gases com efeito estufa (GEE) emitidos no campo; produzir melhores cultivos com menos recursos naturais e insumos; e capacitar mais de 100 milhões de pequenos agricultores em países em desenvolvimento por meio de projetos educativos, produtos e parcerias.

Para o Diretor de Sustentabilidade da empresa, alimentar uma população global em crescimento sem exaurir os recursos naturais do planeta é um dos maiores paradoxos da agricultura em nosso tempo. “Embora isso possa ser visto como um desafio impossível, os produtores podem realmente contribuir muito para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, otimizando a captura e armazenamento de carbono no solo e sendo recompensados por isso. A cooperação no combate às mudanças climáticas é fundamental, os produtores em todo o mundo são o foco dessa cooperação, e a Bayer, como empresa líder na agricultura, está comprometida em fazer parceria com eles e enfrentar desafios para um futuro de carbono zero na agricultura”, conclui Bastos.