Revista Poder

Edson Busin: Dell Anno aposta em brasilidade para cativar Nova York

Edson Busin Foto: Leandro Araujo

Uma temporada de maior conexão internacional, com a abertura de lojas em dois dos maiores mercados norte-americanos – Miami e, mais recentemente, Nova York -, além do intercâmbio cultural consolidado com a campanha que homenageou um dos mais importantes arquitetos do mundo na atualidade. Aliados ao fortalecimento de sua operação no Brasil e na América Latina, esses são alguns marcos celebrados pelo Grupo Unicasa na temporada de 2023.

A empresa, com sede em Bento Gonçalves, na serra gaúcha, há quase quatro décadas transforma ideias exclusivas em projetos únicos. E tudo isso conversando com moda, arte e lifestyle. Entre desafios e oportunidades gerados pelas constantes mudanças no mundo e nos negócios, a empresa mira conquistas futuras com um plano que não abre mão da qualidade – de produtos, serviços e atendimento.

Para tratar desses e outros pontos, o diretor de Marketing da Unicasa e embaixador da marca Dell Anno no Brasil e no exterior, Edson Busin, fala com exclusividade à Revista Poder.

1) A exemplo de outros mercados, a Unicasa viveu uma onda de consumo no período da pandemia, com os consumidores mais dispostos a investir. Que aprendizados a empresa trouxe deste período na forma que se relaciona com seus clientes?

Foi um movimento extremamente atípico. Pelo fato das pessoas passarem muito mais tempo em suas casas, houve um movimento em relação ao consumo que foi potencializado em determinadas áreas – como no caso do mobiliário – e menos em outras. Hoje, esse comportamento já está mais normalizado. Creio que tudo que se mostra mais funcional, com uma busca constante em relação ao mobiliário da casa. Logicamente, sem nunca renunciar à estética, mas o uso de elementos funcionais e mais resistentes à limpeza (tão necessário no período pandêmico) se tornou uma procura constante. Neste sentido, nossa oferta de acabamentos propicia escolhas que atendam estas expectativas.

2) A Unicasa tem em curso um robusto plano de R$ 100 milhões que, entre outros resultados, permitirá uma maior capacidade de customização em suas entregas. Como a empresa percebe a tendência de consumo cada vez mais personalizada por parte dos consumidores?

Nossa proposta de trabalho é personalizar. Isto significa que cada cliente é único. Se avaliarmos pela ótica de produto, temos uma estrutura fabril que permite a customização a ponto de tornarmos cada projeto diferente, seja em qualquer instância. Mas isto não é suficiente, e entendemos que o ciclo de atendimento, por completo, é o que torna uma experiência de compra toda como única, principalmente porque nosso produto tem um envolvimento emocional muito extenso com o cliente. Então nossos esforços são para estarmos preparados tecnicamente e, para isto, fizemos muitos investimentos, mas também nos preparamos em tudo que envolve um ambiente de decisão de compra, quais sejam: loja, atendimento, pós-venda etc. Ou seja, do início ao final do processo.

3) Referência em móveis planejados de alto padrão no Brasil, a Dell Anno reforça sua internacionalização com a inauguração de uma loja da marca em Nova York. Qual a estratégia da marca para o mercado internacional? Como vai se diferenciar da concorrência e conquistar clientes?

De uma forma muito básica, podemos dizer que vencidos os primeiros movimentos, já estamos com uma loja montada num dos melhores endereços de NYC. Uma coisa que percebemos é que, de forma geral, os atendimentos lá eram muito frios – talvez por aspectos culturais. Então apostamos na nossa brasilidade. A loja já se mostra com uma paleta mais quente no decor, onde os móveis têm uma presença bastante contemporânea e atemporal. Essa brasilidade também tem a ver com ações de relacionamentos com especificadores, seja de cliente final ou corporativo. Tudo isso aliado a uma gama adequada na oferta de soluções em produtos e a um suporte de atendimento personalizado, com uma excelente estrutura de pós-venda.

4) A marca sempre esteve na vanguarda de aliar arquitetura e lifestyle. Primeiro veio a relação com a moda e agora com a arte. Como a Dell Anno consegue transitar nesses universos?

A Dell Anno tem em seu DNA a sensibilidade de entender quais os movimentos que têm uma relação direta com a casa. De uma forma ou outra, todos nós temos contato diário com moda, arquitetura, design, arte, gastronomia… É impossível pensarmos em design de interiores sem pensar em cores, geometrias, texturas etc. Então, olharmos para esses universos e traduzimos em conexões com a marca. Já tivemos estilistas criando design de superfície. Já trouxemos os desenhos dos desfiles de moda para as chapas em madeira. Já trouxemos paleta de cores de uma leitura de regiões do Brasil. Nossas ações já fluem de uma forma tão natural que as criações nascem transitando entre esses movimentos.

5) Qual foi a inspiração para homenagear o arquiteto Álvaro Siza na campanha e na exposição Singular?

O respeito e admiração à arquitetura mundial já é uma constante para a marca Dell Anno.  Infelizmente, grandes nomes da arquitetura muitas vezes são homenageados apenas após suas partidas. Como o Álvaro estava para completar 90 anos, resolvemos prestar essa justa homenagem. Soube que um amigo cineasta, o Augusto Custódio, iria produzir um documentário sobre a vida dele e me convidou para acompanhar as gravações. A Dell Anno acabou entrando como patrocinadora master do projeto. E fomos além, pois a única obra brasileira assinada por Siza é a Fundação Iberê Camargo – que fica em Porto Alegre – e somos um grupo instalado no Rio Grande do Sul, então as ligações começaram a acontecer. O resultado foi a premiada campanha Singular, que repercutiu na exposição itinerante de mesmo nome, que foi montada de Porto a Porto, começando na Dell Anno Porto Alegre, onde está a obra brasileira de Siza, e finalizando na Dell Anno Porto, em Portugal, onde vive o arquiteto, após passar por diversas lojas pelo Brasil.

 

Sair da versão mobile