Revista Poder

França encerra fornecimento gratuito de armas para a Ucrânia, segundo Sebastien Lecornu

foto: Pixabay

A França deixará de fornecer armas gratuitamente para a Ucrânia. Agora, a ideia é que Kiev compre diretamente dos fabricantes franceses por meio de um fundo de apoio. O ministro francês das Forças Armadas, Sebastien Lecornu, anunciou essa mudança, destacando que negociações estão em andamento para a Ucrânia adquirir novos equipamentos.

A ajuda militar francesa à Ucrânia atingiu 3,2 bilhões de euros até o momento, colocando a França entre os principais apoiadores europeus, ao lado da Alemanha e do Reino Unido. Além disso, Paris prometeu adicionar mais 200 milhões de euros ao fundo de apoio, garantindo que o exército ucraniano continue tendo acesso a equipamentos franceses.

Essa mudança reflete uma ampliação no orçamento do Ministério da Defesa francês para o próximo ano, atingindo 50,4 bilhões de dólares, um aumento de 7,5%. Especialistas apontam que o objetivo é otimizar a aquisição de equipamentos para o Exército Ucraniano, encerrando a prática de transferir armas diretamente dos arsenais franceses.

Sair da versão mobile