Revista Poder

Pelo Brasil

Crédito: Divulgação

Vai ser difícil o cetro de mais famoso parque termal brasileiro deixar o sul de Goiás. O complexo do Rio Quente domina historicamente o segmento e é a marca no Brasil mais associada a piscinas com águas a 40 graus, quiçá mais. Mas a paulista Olímpia, na região de São José do Rio Preto, vem consistentemente crescendo no imaginário dos brasileiros – e especialmente dos paulistas e paulistanos. Em 2022, chegou a receber 3,5 milhões de turistas, e sua principal atração, o resort Thermas dos Laranjais, foi o parque aquático mais visitado do país.

A cidade fica a 440 quilômetros da capital paulista e tem no Thermas sua mais tradicional e famosa atração. Fundado em 1987, hoje tem mais de 50 “features” entre toboáguas, piscinas com ondas, rio lento, o pacote todo. Expansões pantagruélicas estão em curso.

O bem mais recente Hot Beach, fundado em 2017, tem num parque de dinossauros para crianças pequenas outro grande atrativo. São cerca de 40 réplicas de dinos que simulam movimentos.

As novas atrações, nem todas aquáticas, ajudaram Olímpia a ser chamada, para deleite dos empresários locais, de “Orlando brasileira”. Sintomaticamente, em 2023, pela primeira vez em sua história, a cidade e os atrativos organizaram um “road show” em São Paulo para ajudar a divulgar e vender o destino para cerca de cem operadores turísticos.

Sair da versão mobile