Revista Poder

Jens Stoltenberg

Jens Stoltenberg || Crédito: CC/WikiCommons/Johannes Jansson

O velhíssimo bloco militar dos Estados Unidos, Canadá e diversos países europeus, a Otan, viveu seu “dia” nesta terça (11), num encontro dos chefes de Estado dos países-membro em Vilnius, capital da Lituânia. Estavam todos lá: Joe Biden, Justin Trudeau, Recep Erdogan, Rishi Sunak e todos os demais.

E também Volodymyr Zelensky, o presidente ucraniano, que não “curtiu” a decisão de Jens Stoltenberg, secretário-geral da Otan, de não determinar prazo para a adesão da Ucrânia como futuro país-membro do bloco.

O norueguês teve de fazer ginástica para responder o que queria dizer a expressão “quando as condições forem cumpridas” e saiu-se mais uma vez com a afirmação de que, sim, a Ucrânia se tornará “membro do bloco”.

 

Sair da versão mobile