Revista Poder

Gabriela Hardt

Gabriela Hardt || Crédito: Reprodução

A juíza Gabriela Hardt, que se notabilizou por substituir o ex-juiz, ex-ministro de Bolsonaro, ex-consultor a serviço da transnacional Alvarez & Marsal e hoje senador da República, Sergio Moro, na 13ª Vara Federal de Curitiba e julgar casos da Lava Jato, pediu para sair.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo G1/Paraná.

Hardt voltou a assumir a vara com o estranho afastamento do juiz Eduardo Appio na segunda (22). Appio é crítico dos métodos dos procuradores da Lava Jato e vinha colocando em xeque diversas decisões de Moro no âmbito da investigação. Seu afastamento foi decidido por uma corte especial em razão de supostas ameaças ao filho do próprio desembargador que representou contra Appio.

O filho do desembargador em questão é namorado da filha de Moro é sócio no escritório de advocacia dos “sogros”.

Pedir para sair, no caso, significa o juiz pleitear transferência para outra vara por meio de ferramentas oficiais. Esse processo seguirá aberto até segunda (29) e a juíza Hardt poderá desistir da mudança até lá.

Sair da versão mobile