Revista Poder

Jens Stoltenberg

Jens Stoltenberg || Crédito: Morten Brakestad / Stortinget

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, disse nesta terça (29), na abertura de reunião de ministros de Relações Exteriores dos países integrantes da aliança militar, que não se pode “deixar Putin vencer”. A hipótese, segundo o dirigente, tornaria o mundo “mais perigoso”, já que isso seria um estímulo ao uso da força militar por outros “líderes autoritários”.

Stoltenberg ainda mencionou o custo da guerra, compartilhado por todo o mundo, e especialmente os países europeus, que sofrem com inflação de produtos de consumo de maneira inédita. “Na verdade, todos nós pagamos o preço da guerra russa na Ucrânia, mas pagamos esse preço em dinheiro, enquanto a Ucrânia paga com sangue”.

Finalmente, disse que a estratégia de Putin agora é minar a infraestrutura ucraniana, para que os rigores do inverno, que começa em três semanas, abata decisivamente o ânimo dos combatentes ucranianos.

“Temos que estar preparados para mais refugiados atravessando o resto da Europa, como resultado dos ataques deliberados da Rússia contra serviços críticos, calefação, luz, água e gás na Ucrânia”, disse Stoltenberg.

Sair da versão mobile