Revista Poder

Marjorie Taylor Greene

Marjorie Taylor Greene. || Créditos: CC/WikiCommons/Gage Skidmore/flickr

Cumprindo promessa feita antes mesmo de se ver impelido a honrar a oferta de US$ 44 bi que fez pelo Twitter, Elon Musk está reabilitando figuras políticas que tiveram suas contas na rede banidas por propagar desinformação.

Depois do próprio ex-presidente Donald Trump, que afirmou não estar muito interessado mais no Twitter, chegou a vez da deputada republicana estadunidense Marjorie Taylor Greene, figura dileta entre os crentes das teorias conspiratórias do Q Anon.

A republicana da Geórgia havia sido banida por seu expresso negacionismo científico em relação à epidemia de Covid-19. Os Estados Unidos, como se sabe, lideram as estatísticas de mortes relacionadas à Covid, com 1,1 milhão.

 

Sair da versão mobile