Revista Poder

Projeto de Brad Pitt se deteriora em Nova Orleans e o galã passa de ídolo a vilão

Brad Pitt || Créditos: Make it right foundation/Reprodução

Para os sobreviventes do furacão Katrina em Nova Orleans, Brad Pitt se tornou uma espécie de ‘salvador da pátria’. Em 2006, um ano depois da região ter sido devastada pelo fenômeno, o ator encabeçou um projeto para reconstruir parte da cidade com casas sustentáveis, à prova de enchentes e acessíveis, projetadas por um lista de arquitetos de primeira linha. As 109 casas oferecidas deram a muitos sobreviventes a chance de se tornarem proprietários pela primeira vez e trazerem de volta uma comunidade devastada pelo furacão. Mas nem uma década depois da conclusão das casas – com direito a festa de lançamento cheia de estrelas organizada por Ellen DeGeneres –, o sonho se tornou pesadelo para muita gente.

A despeito das ótimas intenções do galã apaixonado por arquitetura e boas ações, as construções não resistiram à ação do tempo. Vazamentos, mofo, varandas apodrecidas, corrimão de escada desmoronando, incêndios causados ​​por defeitos elétricos, problemas de encanamento e má ventilação, e infestações de cupim são só algumas das queixas dos moradores atualmente. Por essas e outras, de ídolo Brad passou a vilão com direito a uma ação coletiva movida contra ele e sua instituição de caridade. a Make It Right.

“Embora algumas dessas estruturas ainda não tenham uma década, meu os dados mostram que apenas seis permanecem em boa forma”, diz Judith Keller, acadêmica de estudos urbanos, ao The Guardian, depois que duas casas foram demolidas por problemas graves de mofo. “Fiquei chocada com a forma como esse projeto se deteriorou nos últimos três anos”.

Era para ser diferente. O projeto sem fins lucrativos lançado por Brad Pitt atraiu o apoio de nomes que vão de Snoop Dogg a Bill Clinton, levantando milhões de dólares – incluindo US $ 5 milhões do próprio bolso. Arquitetos como Frank Gehry, David Adjaye e Shigeru Ban ajudaram a projetar as moradias com recursos de última geração, como telhados de painéis solares, aquecimento e resfriamento com eficiência energética e materiais sustentáveis. Cada casa foi vendida bem abaixo do custo: US $ 150.000.

Os advogados do ator deixaram claro que ele não tem responsabilidade legal pelas decisões tomadas por outros e que continua pessoalmente comprometido em fazer o que puder para ajudar a resolver o litígio em andamento.

 

Sair da versão mobile