Revista Poder

Mark Zuckerberg se torna o maior proprietário de terras do Havaí

Zuckerberg no Havaí // Reprodução

O império havaiano imobiliário de Mark Zuckerberg aumentou consideravelmente nos últimos dias. Dono de aproximadamente 526 hectares de terras na ilha de Kauai, uma das mais famosas do Havaí, o cofundador do Facebook, agora Meta, comprou recentemente outros 44 hectares por US$ 17 milhões (R$ 113,5 milhões).

Nesse caso, a propriedade vem com um histórico negativo, já que foi o local de um acidente que ocorreu lá 2006, quando um reservatório com mais de 1,5 milhão de litros de água explodiu e acabou matando sete pessoas, inclusive uma mulher grávida.

Desde 2014, quando começou a investir no Havaí, Zuck já gastou perto de US$ 200 milhões (R$ 1,33 bilhão), e já é o maior proprietário de terras no estado americano (Oprah Winfrey vem logo depois dele). E ele também tem uma casa de praia na região, um dos poucos lugares onde consegue relaxar.

Em tempo: Zuckerberg gosta de usar seu poder financeiro para agradar os havaianos, com os quais não tem boa fama. No ano passado, por exemplo, o centibilionário doou US$ 4,85 milhões (R$ 32,4 milhões) para que a ONG Habitat for Humanity construísse casas populares na ilha do pacífico.

Sair da versão mobile