Revista Poder

01 ganha “injeção” de ânimo com decisão do STJ que interrompe processo das rachadinhas

Flávio Bolsonaro || Crédito: Jane de Araújo/Agência Senado

Ritmo de festa no gabinete do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A comemoração deve-se à anulação da quebra de sigilo do parlamentar no caso das rachadinhas, sempre elas, por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Por quatro votos a um, os ministros da Quinta Turma do STJ deram fim à agonia do senador, apontando irregularidades na quebra de sigilo fiscal e bancário de Flávio.

Pegou mal para o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que impulsionou a quebra de sigilo alegando movimentações atípicas do senador durante seus tempos de deputado estadual no Rio de Janeiro.

O Coaf, a propósito, está tão calado quanto Paulo Guedes.

Flávio, que é tido como o melhor da safra na família Bolsonaro, precisava “ganhar essa injeção de ânimo” para voltar a circular de cabeça erguida, disse o líder governo no Senado Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

Sair da versão mobile