Revista Poder

Discrição de Arthur Lira ganha pontos até com deputados pró-Baleia

Arthur Lira || Créditos: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Câmara Federal está em lua de mel com seu presidente, o recém-eleito Arthur Lira (PP-AL). Tanto que o parlamentar foi elogiado pelo poder de conciliação (mesmo sem tê-lo usado) em suas primeiras semanas de gestão à frente da Casa.

Lira já esteve no olho do furacão em alguns momentos, como a implementação da nova sala da presidência, com o desalojamento do comitê de imprensa do local de sempre; e também na reorganização da Mesa Diretora sem dar pala para a oposição (mas depois recuou).

Vem agora o “affair” Daniel Silveira (PSL-RJ) para ele cuidar.

Em todos esses casos, ganhou elogios de um cordão de puxa-sacos por não ter se colocado no centro das discussões, como fazia Rodrigo Maia (DEM-RJ), cujos chiliques eram propagados pela imprensa e faziam com que sua figura parecesse maior do que os problemas que deveria administrar.

Questão de estilo. Lira não brada em coletiva de imprensa no Salão Verde, trabalha para concretizar decisões nos bastidores.

O deputado Hildo Rocha (MDB-MA), que esteve ao lado de Baleia Rossi (MDB-SP) nas eleições para a Mesa Diretora da Câmara, chegou a elogiar publicamente o novo presidente.

“Tem feito muito mais, falando muito menos que o seu antecessor”, disse nesta quinta-feira (18), nos corredores da Câmara.

Sair da versão mobile